11 Set 2017• Por Equipe Vitrine da Joia

O brasileiro pós crise

A pior crise econômica brasileira de todos os tempos está terminando. Lógico que ainda estamos sentindo todos os efeitos catastróficos que a política brasileira causou aos nossos bolsos, mas lendo o noticiário estamos vendo que a luz no fim do túnel já está mais viva e forte.

 

Estamos desde meados de 2014 passando por essa forte turbulência, mas já consigo enxergar que a crise deixou marcas significativas em nossas vidas. Ela educou nossa relação com o consumo, com as coisas, com o ser, fazer e ter. Estávamos vivendo uma era de consumo desenfreado que, por um lado deu uma grande oportunidade para pessoas menos favorecidas se inserirem no mercado e consumir produtos e serviços que antes elas não tinham condições. Mas por outro, endividou famílias que não tiveram controle sobre esse consumo.

 

Adianto para você. Muitos setores da economia e muitas pessoas já estão percebendo uma melhora no mercado, e sentiremos essa melhora no fim desse ano e com consistência em 2018. Um crescimento mais robusto, apenas e 2019.

 

Contudo, mesmo com essa melhora, muitas empresas vão sentir os efeitos que a crise proporcionou, mas por um outro motivo: o brasileiro mudou completamente a maneira de consumir produtos e serviços.

 

Uma pesquisa efetuada pela PwC com consumidores de todo o país mostra essa nova realidade. 63% dos entrevistados afirmam que intensificaram suas pesquisas para encontrar o melhor preço e 49% das pessoas afirmaram terem diminuído a ida a bares e restaurantes. O dado mais interessante é que 41% afirmaram que vão manter estes hábitos mesmo após a retomada da economia.

 

Neste cenário, vemos consumidores mais contidos, com mais consciência, onde ou a empresa oferece a ele uma experiência e um diferencial e fideliza o cliente ou ele será apenas mais um no mercado e o cliente vai optar pelo produto ou serviço mais barato.

 

Esse foi o motivo que nos levou a fazer um editorial de acessórios e joias folheadas na Mega Sul, aqui em Limeira. A empresa criou um ambiente para seus compradores com espaço para descanso e cadeira de massagem, internet, hall com sofás e televisão, espaço kids e um pequeno bar. Com isso, os clientes que se desdobravam entre vários fornecedores para fazerem as suas compras, acabam optando por passarem o dia de compras na empresa pelo conforto. A Mega Sul criou uma nova experiência de compras no atacado em joias folheadas e já está tendo resultados positivos com essa ação.

 

Criar um espaço onde eles podem fazer suas compras com tranquilidade e saber que toda a família estará confortável ou este cliente pode fazer as suas compras degustando um vinho foram fatores diferenciais para fidelizarem seus clientes.

 

Se você ainda não conhece o local ou ainda não viu a edição 21, vou deixar o link para você adquirir a sua e ler no conforto da sua casa, ok? CLIQUE AQUI PARA ADQUIRIR A EDIÇÃO 21

 

A questão que deixo de reflexão para você: qual experiência a sua empresa pode proporcionar ao seu cliente para você fidelizar e não ficar para trás no novo mercado que surge? Responder a esta pergunta pode ser um fator decisivo para qual rumo sua empresa vai tomar nos próximos anos.

 

Compartilhe conosco a sua história, suas dúvidas e ideias. Quem sabe a sua história não inspira outros empreendedores. Um grande abraço e até a próxima. 

 

Texto: Angelo Zambom

Comentários via Facebook

Comentários

Seu e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com asterisco (*).



Assine nossa newsletter

Últimas do Instagram