27 Jun 2018• Por Equipe Vitrine da Joia

Cinco dicas para quem quer empreender no mercado de semijoias

Seja para complementar a sua renda ou para iniciar seu negócio próprio, empreender pode ser mais fácil do que você imagina. Isso porque, atualmente, o mercado está concentrado de possibilidades criativas e flexíveis para você mostrar que é uma mulher de negócios de verdade. Nesse cenário, a revenda de semijoias vem ganhando cada vez mais espaço e já é uma das melhores opções para quem deseja empreender!

 

Por isso, separamos 05 dicas especiais para quem quer começar a empreender no mercado de semijoias! Confira nas próximas linhas!

 

 

1. Domine o mercado no qual deseja empreender

 

A primeira coisa a se fazer ao pensar em começar o seu negócio próprio é dominar o mercado que deseja empreender.

 

Parece óbvio, eu sei, mas, a grande verdade é que são poucas as pessoas que se dedicam de verdade a conhecer mais sobre o seu próprio mercado. O que é uma grande oportunidade para você, afinal, dominar as particularidades do seu ramo, além de lhe deixar com uma maior confiança no momento de tomar suas decisões, passa uma maior credibilidade às suas consumidoras e ao seu negócio e, por consequência, aumenta suas vendas.

 

Por isso, ficar de olho nas publicações de empresas que são referências em educar o mercado de semijoias, como a Vitrinne, é extremamente importante para começar o seu negócio da melhor forma possível!

 

 

2. Saiba para quem você vai vender

 

Traçar o perfil da pessoa que você vai oferecer suas semijoias é primordial, afinal, é a partir das demandas dela que você montará o seu mostruário, suas estratégias de venda, seus preços, enfim, tudo.

 

Comece pelo básico: para quem você vai revender suas semijoias? São mulheres com um estilo mais clássico ou despojado? Quais são os desafios e objetivos delas? Elas estão mais dispostas a comprar algo mais sofisticado ou preferem algo mais casual? Onde elas estão? Como você pode falar com elas? E, principalmente: entenda de verdade como você pode solucionar essas demandas.

 

O planejamento para ganhar dinheiro em qualquer mercado começa em entender a fundo quem é sua cliente e, assim, se diferenciar por oferecer peças que realmente agreguem mais valor à vida delas.

 

 

3. Pesquise, pesquise e pesquise

 

Quando você decidir empreender no mercado de semijoias você perceberá uma coisa maravilhosa: existem muitos (muitos mesmo) fornecedores de semijoias no Brasil e isso é fantástico.

 

Explico porque é fantástico: um alto número de fornecedores faz com que o mercado movimente em uma competição extremamente positiva em que há um grande beneficiado: você! Afinal, você poderá pesquisar nesses incontáveis fornecedores as semijoias que mais se encaixam em seu público-alvo, com o melhor preço e com a qualidade que você deseja.

 

Entretanto, para que você realmente se beneficie disso, a pesquisa é fundamental. Fale com os fornecedores, queira saber e conhecer o processo de fabricação, veja as novidades que ele possuem. Pesquise bem e tenho a certeza que seu mostruário ficará incrível e te dará um retorno mais do que rápido!

 

 

4. Saiba montar um mostruário de encantar os olhos

 

Assim como uma loja física pode contar com uma vitrine bem atrativa, uma revendedora pode contar com um mostruário para semijoias bem chamativa. Ele é a fachada do negócio de revendas e, por isso, precisa estar de acordo com as preferências da sua clientela.

 

Se você está iniciando no ramo da revenda de semijoias, pode ainda não ter uma boa ideia das preferências das suas clientes. Por isso, a melhor maneira de acertar no mostruário é apostando em peças básicas e clássicas, que podem ser usadas no dia a dia e que compõem facilmente diversos tipos de looks.

 

Contudo, embora seja importante ter um mostruário com peças mais clássicas no início, é super importante que você coloque algumas tendências! Aquelas que fazem tanto sucesso que esgotam das prateleiras rapidamente, que você viu na novela ou em alguma personalidade famosa. 

 

Por isso, na medida do possível, procure montar um mostruário que mescle as peças que viraram febre com peças mais clássicas. Seu mostruário ficará perfeito.

 

 

5. Controle as suas finanças

 

Por fim, uma empresária de sucesso tem controle não apenas do seu mostruário, mas de suas finanças também. Afinal de contas, é com uma boa saúde financeira que você renova as peças à disposição das clientes, investe na infraestrutura e na divulgação do seu negócio e em melhorias que geram os lucros que você tanto deseja.

 

Dessa maneira, recomendamos que você registre todos os custos mensais, os fixos e variáveis! Lembre-se que essas informações são super importantes para fazer uma boa precificação de suas peças para que, assim, o seu negócio seja rentável em pouco tempo.

 

 

Texto: Matheus Serpelloni - Diretor da Brilhe Mais Semijoias

Comentários via Facebook

Comentários

Seu e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com asterisco (*).



Assine nossa newsletter

Últimas do Instagram