10 Jun 2019• Por Equipe Vitrine da Joia

Branding pessoal: como ser a influenciadora da minha própria marca

Você se tornou cliente de alguma loja só porque o dono ou o vendedor eram simpáticos e atenciosos dentro e fora o ambiente de venda? Já se tornou fã de uma marca após conhecer a história de seu dono?

 

Agora, por ouro lado, você já deixou de comprar em algum lugar porque o dono era arrogante, tratava mal seus colaboradores ou agiu de maneira antiética nas redes sociais?

 

Pois é, assim como você, o seu cliente também se preocupa com a reputação da sua marca e a sua reputação pessoal e sim, ele te acompanha ou gostaria de te acompanhar de alguma maneira para ver se aquilo que sua marca comunica, condiz com o que você prega no dia a dia.

 

Em tempos onde não existe mais privacidade (se você tem um smartphone, saiba que você não tem privacidade), é muito comum clientes pesquisarem sobre a sua marca na internet e descobrirem quem são os sócios e qual é o seu histórico. É por isso que nunca se falou tanto em marketing de influência como nos dias de hoje, e a construção de uma imagem pessoal é essencial para uma empresa sólida e com valores compartilhados.

 

Um influenciador não é só aquela blogueira que vive o dia todo fazendo stories no Instagram e compartilhando cada passo do seu dia. Um influenciador é QUALQUER PESSOA que influencia outras pessoas a tomarem alguma decisão ou compartilharem de uma mesma ideia, e é justamente aí que mora o perigo, pois existem influenciadores para os dois lados: o positivo e o negativo.

 

Quando falamos na construção de uma marca pessoal, saiba que, querendo ou não, você já possui uma marca quando expressa suas opiniões, quando posta nas redes sociais, e como trata outras pessoas. Agora a pergunta que te faço é: qual é a marca que você deixa nas outras pessoas? Será que ela está de acordo com a real imagem que você quer passar ou será que você está passando uma imagem distorcida de si?

 

O que você precisa ter bem claro, antes de qualquer coisa, é COMO você quer que as pessoas se lembrem de você! Lembre-se que pessoas escutam opinião de outras pessoas e não de logomarcas!

 

Para te ajudar a construir uma boa reputação pessoal, trabalhar a SUA marca e se tornar a influenciadora do seu negócio, listei aqui 5 dicas simples para adotar agora mesmo e alinhar a sua imagem com aquilo que você realmente quer. Vamos a elas:

 

1.  Tenha um objetivo claro – como já escrevi anteriormente, você precisa, antes de qualquer coisa, saber qual é seu objetivo e seu posicionamento. Responda a perguntas do tipo: como você quer que as pessoas lembrem de você, você quer passar uma imagem de mulher forte, de empreendedora de sucesso, de empreendedora cheia de estilo, de pessoa com um lifestyle cool, viajante, e por aí vai... Se você não tiver muito bem definido qual é seu objetivo e o seu posicionamento, você acabará não se conectando com absolutamente ninguém.

 

 

2.   Construa uma boa rede de contatos – o famoso networking funciona muito! Faça pausas durante a sua semana para visitar alguém que faz a diferença em seu negócio, use o horário do almoço para se encontrar com aquela empreendedora que você tanto admira, frequente lugares que te ajudarão a construir a marca pessoal que você quer. Mas preste atenção: uma rede de contatos só funciona quando a troca é VERDADEIRA. Pessoas sabem quando a aproximação é por interesse , e sua imagem pode ser ameaçada por isso!

 

 

3.  Tenha algo relevante a compartilhar – não preciso nem falar que se você não for uma pessoa interessante, ninguém vai querer se aproximar de você, certo? Por isso ESTUDE, leia, vivencie experiências interessantes e compartilhe com os outros assuntos relevantes, seja pessoalmente ou nas redes sociais. O tempo do outro é precioso demais para ser gasto com futilidades ou, pior ainda, com FOFOCAS!

 

 

4.  Use as redes sociais a seu favor – hoje em dia não tem como escapar das redes sociais. Se você quer construir sua marca pessoal, precisa se posicionar, pelo menos, em alguma rede sociail. Instagram, Facebook, Twitter, Youtube, Linkedin são alguns exemplos de redes sociais que você pode trabalhar sem precisar investir rios de dinheiro.

 

 

5.  Seja verdadeiro e ÍNTEGRO sempre – não adianta nada você seguir à risca todas as dicas anteriores se você não for verdadeiro em suas opiniões. Aqui vale fazer uma CARTA DE VALORES PESSOAIS e viver (on e off-line) de acordo com os valores que norteiam a sua vida e o seu negócio. Não dá mais para ser fake. Os outros perceberão que algo não se encaixa na sua comunicação e você repelirá as pessoas por não passar a SUA verdade!

 

 

Agora que você está com todas as dicas, que tal começar agora a construção da sua imagem pessoal e ser a principal influenciadora da sua marca?

 

 

Mais de uma centena de pessoas estão tendo resultados, aumentando as suas vendas em até 10x em 3 meses e com uma carteira de clientes realmente apaixonadas pelas suas marcas. Se você quer ter esses resultados, conheça o MÉTODOVITRINNE,  o maior e melhor curso do mercado para quem quer ter uma marca de semijoias de sucesso.

 

 

Texto: Andreza Leite

 

 

Comentários via Facebook

Comentários

Seu e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com asterisco (*).



Assine nossa newsletter

Últimas do Instagram