07 Jun 2019• Por Equipe Vitrine da Joia

Como é fabricada uma joia em alta fusão

Ao falarmos em processo de fabricação de semijoias em fundição, podemos ter dois tipos de processos: alta fusão ou baixa fusão.

 

 

Neste post vamos falar sobre um deles que é o de alta fusão. Se você quiser saber mais sobre baixa fusão, leia o nosso post sobre o assunto clicando aqui >> Baixa fusão: desmentindo mitos e conhecendo o processo.

 

 

Alta Fusão: são todos os metais que possuem um ponto de fusão elevado, acima de 850ºC.

 

 

O ponto de fusão é uma temperatura mínima que o metal precisa atingir para passar de estado sólido para líquido, podendo assim ser moldado preenchendo uma forma. E após o resfriamento e a retirada da forma a peça estará pronta.

 

 

A alta fusão é técnica que veio do Antigo Egito, e veio se modificando ao longo do tempo devido ao interesse em maiores volumes de produção de joias. O princípio dessa técnica é basicamente o mesmo da produção em prata e ouro, e também de produções de próteses dentarias.

 

 

Começa com a elaboração da matriz, que na maioria dos casos são feitas artesanalmente por modelistas e também maquinas de micro usinagem e deposição de materiais. Essa é uma parte muito importante do processo porque está diretamente ligada ao resultado final das peças.

 

 

É valido destacar que a alta fusão faz o uso do latão para a composição das semijoias. O metal é o resultado de uma combinação de cobre e zinco, que são materiais muito utilizados no segmento. Porém, a quantidade de cada metal na formação da liga normalmente varia de fabricante para fabricante.

 

 

A escolha pela liga de alta fusão se dá pelos acessórios mais complexos, com muitos detalhes e cravações de pedras e zircônias. Esse processo demora mais, é muito mais complexo e, por esses motivos, é mais caro.

 

 

Nesses casos depende muito da peça que vai produzir, e o custo de cada um dos processos, porque não faz sentido algo produzir uma peça simples em alta fusão sendo que o custo da baixa fusão é pelo menos 50% menor do que o da alta fusão.

 

Video Detalhando o passo a passo abaixo:

 

 

Abaixo vamos listar o passo a passo desse processo:

1 - Efetuação do protótipo em cera

2 - Efetuação dos moldes em borracha vulcanizada

3 - Aplicação de cera no molde

4 - Peça em cera

5 - Árvore de cera

6 - Colocar a árvore de cera no cilindro

7 - Enrolar o cilindro com fita adesiva

8 - Deitar gesso no cilindro

9 - Extrair a cera derretida por aquecimento em forno elétrico

10 - Injetar o metal (no caso, latão) fundido

11 - Dissolver o gesso na água

12 - Extrair a árvore de metal

13 - Retirar as peças da árvore com uso de alicate de pressão

14 - Lixar a peça

15 - Colocar no chips (polimento mecânico) para melhorar o acabamento da peça

16 - Polimento nas esferas (vibrar)

17 - Revisão das Peças

18 - Embalagem das peças

 

 

Mais de uma centena de pessoas estão tendo resultados, aumentando as suas vendas em até 10x em 3 meses e com uma carteira de clientes realmente apaixonadas pelas suas marcas. Se você quer ter esses resultados, conheça o MÉTODO VITRINNE, o maior e melhor curso do mercado para quem quer ter uma marca de semijoias de sucesso.

Comentários via Facebook

Comentários

Seu e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com asterisco (*).



Assine nossa newsletter

Últimas do Instagram